terça-feira, 14 de abril de 2009

Cigano

Deixa-me te amar meu cigano
Toca aquela música com seu violino
Não importando-se com o tempo
Vivendo somente de amor

Meu corpo treme ao som
Que escuto na noite de lua cheia
Você me enfeitiçou com seus beijos
E como cigana que sou
Vai ouvir meu canto de longe
Junto ao meu bailado com toque
Das minhas castanholas
Gosto de fazer riscos com nosso amor

Sou poetisa viciada em você
Em seus braços vou me deixar envolver
Para nunca deixar a chama da paixão apagar
Sentir-me sua e saciar nossos desejos
Em nossa cabana do amor.
(Graciela da Cunha)
22/11/08
Respeite Autoria

0 comentários:

Seguidores

 
TOPO
©2007 Eneida Lovely Por Templates e Acessorios